Crendo para Justiça

aulo em sua carta aos Romanos, nos traz uma revelação fantástica: :

Pois com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa para salvação. Romanos 10:10 - NVI

Coração nesse texto, não se refere ao órgão que bombeia o sangue, mas ao espírito. Ou seja, somente o espírito pode aceitar as verdades espirituais.

Quando cremos, a Palavra de Deus entra no nosso espírito e, mesmo que a nossa mente não a compreenda, nós continuamos crendo, com o espírito. Entretanto, o crer tem um propósito. A Bíblia diz que devemos crer para a justiça, não para obter coisas.

1° Justiça é a obra de Jesus, não a nossa;

2° Justiça é uma dádiva;

3° Justiça é o estado daquele que Deus considera justo.

Somente crendo e recebendo a obra de Jesus, ou seja, sua morte e ressurreição é que Deus nos considera justos. É para isso, primeiramente, que a fé existe, para receber a justiça de Deus, e as outras coisas nos serão acrescentadas. Jesus é a nossa justiça, por isso, não tem como sermos mais justos ou menos justos. A justiça não está relacionada com as nossas obras, mas somente com a obra de Jesus. Aquele que é justificado, tem o direito de receber tudo o que Jesus prometeu.

Pio Carvalho

Endereço:

Rua Eng. Niepce da Silva, 139,

Portão, Curitiba

Telefone:

(41) 3015-8289